Mórmons Não Precisam ou Simplesmente não têm provas?

            Entre as frases mais escutadas no mundo Mórmon podemos encontrar: Não preciso de provas ou Posso saber a verdade de todas as coisas pelo espírito. Essas são respostas mais usadas e ensinadas na igreja, para defender da falta total de evidências a qualquer coisa ligada ao mormonismo.




Será que realmente e bem assim?

            Seria impossível para uma pessoa com um pouco de bom senso e inteligência acreditar que uma resposta sentida no coração, poderia ser suficiente para confirmar a veracidade de alguma coisa que tenha ausência total de evidências que confirme essa veracidade e muitas que mostram sua fraude.

            Se hoje não existe qualquer evidência que apoiem as reivindicações do mormonismo, não foi pela mentalidade de não precisar de provas, que não foi encontrado provas, pois a igreja mórmon tem investido muito dinheiro na formação e pesquisas arqueológicas pelo mundo. Um bom exemplo foi o instituto SUD Thomas Stuart Ferguson, divisão de arqueologia criada pela universidade BYU e financiada pela Igreja. Ferguson foi incumbido a encontrar evidência arqueológica para apoiar o Livro de Mórmon pela BYU e a Igreja na década de 1950 e 1960. Depois de 17 anos tentando desenterrar evidências para o Livro de Mórmon, essa foi a conclusão do instituto: "...Você não pode definir geografia do Livro de Mórmon para baixo em qualquer lugar - porque é ficcional e nunca vão ao encontro das exigências da arqueologia. Eu deveria dizer - o que está no chão nunca estará de acordo com o que está no livro." (Carta datada de 2 de fevereiro de 1976)

            A preocupação da igreja em criar evidências é tão grande que se apegam em qualquer chance de criar uma evidência, dois bons exemplos disso:

1- O caso da pedra conhecida como Stela 5 de Izapa ou apelidadas por alguns Suds de “Pedra de Lei”, foi encontrada ao sudeste do México, posteriormente constatado que nada tem a ver com as revindicações mórmons.

2- O filme chamado Jornada de Fé, foi produzido pela igreja mórmon como prova do Livro de Mórmon. Quando me enviaram esse filme fui assistir com muitas expectativas, mais para minha decepção foi apenas uma mera especulação, localizaram uma cidade denominada NHM e a igreja revindicou ser a cidade Nahom por onde Lei e sua família passaram, porém nenhuma evidência que Lei ou sua família tivesse passado por lá, foi encontrado e no filme as palavra predominantes são: Talvez, é possível, quem sabe, pode ser, etc... Uma analise interessante podemos encontrar no site da Investigadora Sud.

            Enquanto a Igreja Mórmon se esforça mais até agora inutilmente para tentar produzir evidências, os Mórmon seguem com o discurso que não precisam delas, porém ficam ansiosos para que sejam encontradas. Uma amostra do anseio mórmon por encontrar as provas de suas crenças podemos ver na brincadeira feito pelo blog Vozes Mórmons, no 1º de Abril, onde foi publicado a postagem "Arqueologistas Descobrem Cidade Nefita" , mostrando que havia sido encontrado uma cidade nefita. Mesmo contendo no final da matéria um link para ser pesquisada a referência da matéria e ao clicar no link aparecer que era apenas uma brincadeira de 1º de Abril, essa matéria virou um febre no meio mórmon, uma espécie de alívio entre os mórmons, foi altamente compartilhado com mensagens tipo: "Diz agora que não é verdade", "Eu já sabia", "Engole Agora", "Agora vocês vão dizer o que"?  Olha alguns exemplos.





            O interessante é que mesmo muito tempo depois da brincadeira ainda recebi no blog a mensagem de um mórmon usando essa matéria como fonte de referência para mostrar que existe prova da veracidade do Livro de Mórmon:



 CONCLUSÃO:

           Quando vemos essa desculpa que não se precisa de provas, basta orar para saber a verdade de todas as coisas, mostra-se pelo que me parece, apenas uma  Autodefesa Psíquica, inserida na cabeça dos mórmons para que continuem seguindo nas escuras, enquanto isso os mórmons afirmam uma coisa e anseiam por outra.

            Um anseio mórmon que parece cada vez mais longe de ser alcançado, pois se depois de quase 200 anos com um profeta vidente e revelador a frente de sua instituição, com investimentos em formação de pessoal especializado, investimento em pesquisa e nada conseguiram? Demostra que realmente não foi encontrado pois não existe o que encontrar.
           

0 comentários:

Postar um comentário

Blog concluído!
Por isso não estarei retornando para responder comentários!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

 

Reflexão Doutrinária Copyright © 2011-2012 | Powered by Blogger